Independência Financeira

Mas afinal, o que é independência financeira? De quanto estamos falando? Para muita gente, ganhar o primeiro milhão já seria suficiente para jogar tudo para o alto. Mas com o atual custo de vida nas grandes cidades e a queda dos juros, isso ainda não seria suficiente para viver de renda por várias décadas. Para o educador financeiro Rafael Seabra, do site Quero Ficar Rico, conquistar a independência financeira significa não depender de salário para viver. Quando a soma dos rendimentos de seus investimentos e dividendos de suas ações atingirem o valor suficiente para suprir suas necessidades financeiras sem consumir o principal corrigido pela inflação, já é possível se considerar financeiramente independente. Mas como chegar a esse patamar? Acumular um belo patrimônio é o caminho óbvio. “Fazer render pouco dinheiro é muito mais difícil”, afirma Marcelo Coutinho.

Para viver de renda, também não é mais possível aplicar apenas em investimentos conservadores. Para o economista e diretor da Norfolk Advisors, Ricardo Torres, não dá para atingir a independência ficando restrito apenas às aplicações quase sem risco. “Com os juros em queda e a inflação que não cede, o ganho real do investidor que ficar apenas nos instrumentos tradicionais, como poupança e CDB, está próximo de zero”.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Continuar-lendo-a-materia.png
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Voltar-a-materia-anterior.png